(pensando comigo mesmo sobre a proposta desse blog...)

As pessoas, quando entram num site sobre cinema, talvez esperem ler coisas reveladoras ou inteligentes, mas a proposta desse blog não é essa. Mais do que falar sobre cinema, ou radiografar o que está acontecendo por aqui em termos de cinema (uma “cobertura”, uma “análise”, uma “radiografia”, etc), esse blog é na verdade um “diário de viagem”, um monólogo (de mim para mim mesmo) de como está sendo a minha vida, porque o cinema e o desejo de criação cruzam a minha vida.

E é por isso que tenho esse desejo de que esse blog também fale sobre essas coisas mais gerais, de que às vezes também tenha poemas sobre as varandas e reflexões sobre meus próprios trabalhos, porque se esse blog tem um objetivo é o fato de pôr em exercício para minhas múltiplas personalidades a possibilidade de alimentar meu processo de criação, de estimular o desejo por essa possibilidade, coisa que o dia-a-dia cada vez mais se esforça em me fazer esmorecer, e que eu – teimoso – reluto em me deixar abater, pela vida, pelas pessoas ou pelas circunstâncias.

Esse blog passa pelo cinema, simplesmente porque minha vida passa pelo cinema, já que eu descobri a vida a partir do cinema, e não descobri o cinema a partir da vida. Hoje, o que me motiva a levantar da cama é esse blog e os meus vídeos esquisitos, porque são coisas em que acredito, de verdade. O que, se não é muito, é tudo o que tenho.

Comentários

hugoh disse…
Prezado Amigo e Editor deste blog,
de uns tempos pra cá a minha forma de olhar para este universo tão particular que é o cinema tem mudado muito. Culpa deste blog. Culpa destes "vídeos esquisitos".
[ ]s
hugoh
Faço das palavras do comentarista acima as minhas. Sugiro que pare de escrever e filmar já, seu canalha.
abraço.

Postagens mais visitadas