o fundo do poço

Ontem aconteceu uma das coisas mais bizarras desse ano: eu saí no meio de um filme do Ozu!!! Isso mesmo!!! Simplesmente saí do cinema porque eu não tinha o mínimo de condições físicas e psicológicas de estar lá, vendo o cinema lento e espetacular do Mestre Ozu. Fiquei triste mas não deu: aquele conjunto de imagens estava passando pelo meu cérebro sem nenhuma possibilidade de processamento. É o que esse maldito festival faz com a gente! Isso porque antes vi um Oshima sentado no chão, em que eu lutei bravamente comigo mesmo para acompanhar o filme, que aliás pareceu ser bastante ousado.

E vocês não sabem da maior: AINDA TEM ESSA MALDITA REPESCAGEM!! Putz, mais uma semana dessa caca... devo rever CAFÉ LUMIÈRE, O MUNDO e ver O GOSTO DO CHÁ, REIS E RAINHA e UMA MULHER COREANA. Depois, se eu sobreviver até lá, espero não ver mais cinema. Só que ainda devem estrear mais coisas e mais as mostras do CCBB... nããããão!!!!!!!!!

Comentários

m de vênus disse…
vou te emprestar aqueles livros logo pra ver se vc sossega o facho

Postagens mais visitadas