É impressionante mas não tenho mais saco para ir ao CCBB ver os filmes do Cassavetes. Acho que estou ficando velho. Primeiro porque já vi quase todos os filmes (mas gostaria muito de revê-los), mas principalmente porque não tenho mais saco de ir com horas de antecedência para pegar a tal senha, etc, etc. Posso pegar no emule. Aliás, já tem tanta coisa fantástica baixada pra eu ver no emule que não compensa a maratona Cassavetes, por incrível que pareça. Perdi um pouco o hábito de ver filme em vídeo, então estou com um pouco de dificuldades para ver os filmes. Alguns eu já vi mas preferi não comentar por enquanto. Vi três filmes do Hong Sang-Soo mais Goodbye Dragon Inn, do Tsai Ming-Liang e ainda o Suzaku, da Naomi Kawase (diretora do Shara). Desses, o que mais me impressionou foi disparado o Suzaku. Tem muita coisa que estou baixando ao mesmo tempo, então eu mesmo estou confuso por onde devo começar. De repente, tenho ao meu lado a chance de decupar Japón (que vou fazê-lo ainda este ano), ver os filmes do Bela Tarr, ou rever os do Apichatpong, ou ainda ver os filmes do Hou Hsiao-Hsien. Bom, vamos ver onde isso vai parar. Provavelmente só vai parar com um ataque cardíaco do meu computador (o que não deve estar longe, coitado....)

 

Comentários

luiz disse…
pro cassavetes vale a pena criar saco. mas o ccbb quando vira buchicho é foda mesmo. deve ter saído na capa do segundo caderno. quanto aos filmes baixado pode mandar pra gente que a gente num perdeu o hábito de ver filme em vídeo não hehehe.
abraços.
Julio Bezerra disse…
Marcelo,
Por falar em DVDs (e naquela troca), o correio deixou ontem aqui em casa nada mais nada menos do que o "Tokyo Monogatari"! Criterion Collection! Duplo!

Ah... e terça, lá no Recine, tem "Une Visite au Louvre", o último Straub/Huillet!

Postagens mais visitadas